BPC – Será inferior a um salário mínimo?


Sobre este ponto, entendemos ser um verdadeiro absurdo, limitar os Benefícios Assistenciais a menos que um salário mínimo. Além do mais, quando se diz que está fazendo transferência de renda.  

Ora, quem recebe assistência do Estado, não poder ser auxiliado com valor inferior a um salário mínimo.

Apesar de o governo macular de “Transferência de renda à pessoa com deficiência em condição de miserabilidade”. O que é uma inverdade. Vejamos, quem encontra-se em condições de miserabilidade, dever ser assistido pelo Estado, com os mínimos necessários para sua sobrevivência, e nós sabemos que nem com um salário mínimo integral é possível ter uma vida digna, que dirá com míseros R$ 400,00.

Digo R$ 400,00, uma vez que é esse o valor que o governo quer pagar para pessoa idosa, em condição de miserabilidade, a partir dos 60 anos de idade.

 Diz o artigo o 41 da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 06/2019):

“Art. 41. Até que entre em vigor a nova lei a que se refere o inciso VI do caput do art. 203 da Constituição, à pessoa idosa que comprove estar em condição de miserabilidade será assegurada renda mensal de R$ 400,00 (quatrocentos reais) a partir dos sessenta anos de idade. (nós grifamos)”.

Como dissemos acima, quem é auxiliado pelo do governo, não pode receber menos que um salário mínimo. Isto por uma única razão, o que está sendo proposta é uma Emenda à Constituição. Logo, se aprovada irá mudara lei maior do País, com isto, vincularia esse valor como base para outras remunerações, ou (salário-base), e isto não pode ser inferior ao salário mínimo, visto a impossibilidade de remuneração inferior ao salário mínimo.

Se a proposta for aprovada, a regra será: o BPC será pago aos segurados em condição de miserabilidade (pessoa idosa), a partir dos 60 anos, R$ 400,00, e a renda mensal evoluirá ao longo das idades, e só a partir dos 70 anos, é que passariam a receber 1 Salário Mínimo. Um verdadeiro absurdo!

VEJA O DETALHAMENTO NO VÍDEO ABAIXO!

Leia também: A advocacia previdenciária está em alta diante da falta de profissionais qualificados para atender a alta demanda de segurados e dependentes que tem seus benefícios cessados ou negados pelo INSS.- Vou liberar Acesso Vitalício, Aulas atualizadas e Material complementar. Acesse AQUI
1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário

  1. Olá boa noite me chamo Lucas gostaria de saber que já recebe BPC por idade entra na nova regra ou tem direito adquirido obrigado.

    ResponderExcluir