COMEÇA PAGAMENTO DO BOLSA FAMÍLIA COM REAJUSTE (AUMENTO).

Mais de 13,5 milhões de famílias vão sacar o benefício.

Leia também

O pagamento do Bolsa Família do mês de julho segue até o dia 31. Esse é o primeiro mês de pagamento com reajuste de 5,67% do valor do benefício médio. O que cada beneficiário recebe varia conforme o número de pessoas da família, a idade dos integrantes e a renda declarada pelo titular no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (acesse informações do Cadastro Único AQUI!). Ao se inscreverem no programa, as famílias assumem compromissos nas áreas de educação e saúde. De acordo com a diretora de Condicionalidade substituta do Ministério do Desenvolvimento Social, Ana Paula Guimarães, esses compromissos são conhecidos como condicionalidades e têm o papel de contribuir para o acesso das famílias à educação e à saúde.

Lembrando que crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos, têm que estar matriculados e ter frequência escolar. Responsáveis das famílias devem levar as crianças menores de sete anos para tomar as vacinas recomendadas pelas equipes de saúde, medir e fazer o acompanhamento do desenvolvimento, e as gestantes devem fazer o pré-natal e ir às consultas nas unidades de saúde.

O pagamento segue o calendário definido pelo Ministério do Desenvolvimento Social, com a liberação dos saques de forma escalonada. Para saber o dia em que o beneficiário poderá sacar, basta conferir o Número de Identificação Social, o NIS, impresso no cartão do programa. Os que terminam com o final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento, os com final 2 no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses. O programa é voltado para famílias inseridas no Cadastro Único para Programas do Governo Federal e que tenham renda mensal por pessoa de até R$ 89, além daquelas com renda familiar mensal por pessoa de até R$ 178, desde que tenham gestantes, crianças ou adolescentes.

Nunca é demais relembrar que crianças e adolescentes que recebem o Bolsa Família precisam estar matriculadas e manter a frequência na escola.


Fonte: http://www.voz.gov.br/

GOSTOU DA NOTÍCIA? RECOMENDE-A! CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO!

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário